UMA ROSA DO MEU JARDIM

“SE AS PESSOAS ACEITASSEM ESTE MOMENTO, QUE É AO MEU VER NATURAL, ESTARÍAMOS MAIS FELIZES CONOSCO E COM O PRÓXIMO. POIS SÓ SEREMOS FELIZES QUANTO SOUBERMOS RESPEITAR OS LIMITES E ESPAÇOS QUE NÓS PRECISAMOS TER, SEM COBRANÇAS, QUE MUITAS VEZES NÃO NOS LEVAM A NADA E NEM NOS TORNAM MELHORES, POIS QUANDO DEIXAMOS DE SER QUEM SOMOS, APENAS PARA AGRADAR AO OUTRO, NOS TORNAMOS INCOMPLETOS E INFELIZES E SE COMEÇARMOS A BUSCAR ISSO NOS OUTROS E AÍ PERDEMOS A NOSSA ESSÊNCIA E A NOSSA LIBERDADE DE SER!

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

sábado, 1 de agosto de 2015

Amor… respeito… E liberdade!


Aquilo que existe em mim e faz parte de mim… pode ser transformado… se eu quiser…
 Aquilo que é do outro… só pode ser transformado por ele… e será compreendido e aceito por mim… dentro dos meus limites… se existir respeito…
 Posso falar ao outro como me sinto em relação ao que ele faz ou diz… se houver liberdade…
 Não posso afirmar: “Aquilo que o outro fez ou disse me feriu…”
 Eu é que me feri com aquilo que ele fez ou disse… tenho opções.
 Eu sou dono das minhas emoções sensações e sentimentos… Também das minhas atitudes, pensamentos e palavras! maravilha…
 Não é coerente dizer que fiz algo para alguém só porque alguém fez isso comigo primeiro…
Se eu agisse assim, eu seria apenas resposta e eco… sem vida…
 É mais valioso optar por agir ao invés de apenas reagir…
É mais sensato perceber que sou dono das minhas ações… e se faço algo, sou o responsável por isso… tenho escolhas…
 Reconheço que as rédeas do meu destino estão nas minhas mãos… e me recuso a segurar as rédeas do destino do outro…
É meu direito…
 Busco o AMOR em sua mais bela expressão… e por isso abro mão de querer ter o controle sobre a vida do outro…
 Quero amar com liberdade!
Quero amar com plenitude!
Quero amar antes de tudo…
porque é bom…
Amar com respeito e liberdade…
Kali Mascarenhas

VIVER COMO AS FLORES....


O discípulo, a seu mestre espiritual:

- Mestre, como faço para não me aborrecer?
Algumas pessoas falam demais, outras são ignorantes.
Algumas são indiferentes.
Sinto ódio das que são mentirosas.
 Sofro com as que caluniam.
- Pois viva como as flores! - advertiu o mestre.
- Como é viver como as flores? - perguntou o discípulo.
- Repare nestas flores - continuou o mestre, apontando os lírios que cresciam no jardim -
Elas nascem no esterco.
Entretanto, são puras e perfumadas.
Extraem do adubo malcheiroso tudo que lhes é útil e saudável, mas não permitem que o azedume da terra manche o frescor de suas pétalas.

E o mestre conclui seu pensamento:

- É justo angustiar-se com as próprias culpas, mas não é sábio permitir que os vícios dos outros o importunem. Os defeitos deles são deles e não seus. Se não são seus, não há razão para aborrecimento. Exercite, pois, a virtude de rejeitar todo mal que vem de fora.
 Isso é viver como as flores.


terça-feira, 28 de julho de 2015

ABRA SEU CORAÇÃO E VOE COMO AS BORBOLETAS


"Como criar a felicidade plena dentro de você,
 se camufla a dor de uma ferida ainda vertente?
Mais do que enganar a nós mesmos, é fechar os olhos para uma verdade dolorida.
Muitas vezes, a dor é tão profunda, 
que achamos estar escondida no porão da alma.
Nós, os tais ditos seres humanos, somos masoquistas por excelência. 
Preferimos que nos enfiem uma faca no peito a sentir a dor da perda, da traição, do amor não correspondido. 
É melhor ser mutilado do que ver escorrer lágrimas interrompidas pelo soluço doído. E quando enfim a raiva contida explode, nos sentimos ocos de sentimentos. Imunes àquela dor novamente.
Leigo engano. Você é eternamente responsável pelo que cativas, já dizia o pequeno príncipe. E esta é fábula. Você, é responsável mesmo, por tudo que acumulas. Por sofrimentos que o tornam responsável pela dependência que lhes causam.
É mais difícil se livrar desta dor do que perdoar...
E ela, a dor, ficará impregnada em seu âmago,
 por todos os dias da sua vida, se assim o quiser. 
Penso que o perdão, é hoje o sentimento mais difícil de ser aplicado.
Requer que nos dispamos de nós mesmos. Que rasguemos a veste do orgulho e que sejamos o causador do próprio tapa com luva de pelica.
É... assumir qualquer que seja a causa, o fato, a dor,
 requer que sejamos muito mais que seres.
Preciso se faz que sejamos apenas, HUMANOS!!!"

G.Fernandes

sábado, 18 de julho de 2015

NOS BRAÇOS DO SILÊNCIO- MARCIA PORTELLA



   Sei... já não há tempo...
De ouvir a voz do vento.
Das palavras caladas.
De lembrar do ontem...
e sonhar com o amanhã.

De estancar a seiva dos galhos
  podados que já não brotam
 Do cio árido  com sementes secas
   sem noites de orvalho...

 De procurar o calor de outras mãos.
  De esticar o fio que segura
  o pêndulo levando os momentos
em apelos mudos...

Ah se pudesse!...cinzelava
 o amor nas chamas para
 que ao escurecer trouxesse
 a magia da eternidade...

Mas o amor entra...me olha
  encosta em mim...me engana
e leva-me a dançar...
Nos braços do silêncio.

Marcia _05/10/14


segunda-feira, 13 de julho de 2015

VAMOS COLHER FLORES


O segredo da vida é plantar coisas boas para colher coisas boas.
 É sorrir, gritar, chorar, pular, fazer o bem, amar e desejar.
 O segredo da vida é sentir.
 Na verdade a vida tem vários segredos,
 que, aos poucos vamos descobrindo.
 Cada degrau é uma experiência adquirida,
 cada escolha é uma renúncia... 
A vida nos proporciona muitas coisas,
 viva cada dia com o que a vida lhe oferece. 
VIVA A SUA VIDA!

Ana Meira


JESUS, EU CONFIO EM VÓS....



    • “Para mim, a oração é um impulso do coração,
      em direção ao céu, é um grito de reconhecimento
      e de amor no meio da provação
      como também em meio à alegria;
      de sobrenatural, que me dilata a alma
      é enfim, algo de grande,
      é um simples olhar lançado e me une a Jesus.”

    • “FIQUE EM SILÊNCIO QUANDO PUDER, POIS QUANDO ESTAMOS SOZINHOS DEUS FALA LIVREMENTE COM NOSSA ALMA, E A ALMA FICA MAIS DISPOSTA A OUVIR A VOZ DE DEUS.” (PADRE PIO DE PIETRELCINA)