segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

BOM DIA SAUDADE........




NIVERS 60 ANOS AMIGA YARA - 21/02 09/01




Uma belíssima festa, comemoramos a "melhor idade" da amiga
Yara, linda e cheia de glamour com ela.


terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Quero é mesmo, cinquenta tons do mais lindo colorido.


"Nem tudo está tão cinza assim.

Quanto burburinho. Necessidade pura...
Não comparo uma "estória" assim com (e) mesmo, escrita com requintes de intimidade, com a exposta no telão. Não li. Não vi.
Nem sei se quero ambos.
Prefiro ainda, ler outros tipos de quase ficção. De vida real... De amor... De essência. 
Pura eu?
Nunca. 
Quem pode fazer, ler e ver não passam de meras consequências.
Quero é mesmo, cinquenta tons do mais lindo colorido.

G.Fernandes

E o Carnaval passou....O Carnaval acabou. E agora? Sou feliz?

Terminou o Carnaval deste ano. 
Durante este período de festa que inclui arte, tradição, turismo e descontração, ocorrem também muitos outros processos, todos muito profundos e menos evidentes.
O Carnaval, a festa das máscaras, das fantasias, revela muito sobre a nossa personalidade e os estados emocionaiS
 aos quais estamos vinculados. 

Personalidade é uma palavra derivada da forma grega “persona”, denominação das máscaras utilizadas pelos atores no teatro grego, que além de favorecerem o reconhecimento de uma personagem, também facilitavam a projeção da voz nos grandes ambientes e ao ar livre.
Se o Carnaval é a festa das máscaras, é, por analogia, também a festa das personalidades...
Muitos acreditam que as pessoas se revelam durante festividades como o Carnaval, mas frente às diferentes “personas” disponíveis, como será que as pessoas se revelam?
Será que elas se revelam como são? Como gostariam de ser?
 Ou como, de fato, jamais seriam?
Será que todas as pessoas que “pulam” o Carnaval, estão de fato felizes? Ou estariam tentando extravasar uma tristeza e um vazio enormes, disfarçado de alegria e descontração?
Os pássaros são felizes por que cantam, não cantam porque estão felizes!
A felicidade só é possível quando o ser realiza a sua essência. Será que as fantasias, espécies de “segunda pele”, que nos “protegem”, revelam ou ocultam a nossa verdadeira essência? 
Qual seria a nossa “persona”, a imagem que corresponde à nossa verdadeira face?
Não há dúvidas que “máscaras” e “fantasias” auxiliam temporariamente às ilusões que aparentam tornar a vida mais leve, mais fácil e mais alegre. Ninguém questiona que as fantasias podem revelar fatores inconscientes e arquetípicos do universo demasiadamente humano. Mas, afinal, quando nossa verdadeira pele e nossa verdadeira face estarão de fato expostas, nus em sua pureza autêntica e essencial?
Por trás de “tanto riso e de tanta alegria, mais de mil palhaços no salão, o arlequim (que no ano passado havia sido pierrô) continua chorando pelo amor da colombina...”
Que amor é esse? 
As “máscaras” e “fantasias” tão essenciais para a ambiguidade entre drama e comédia da vida humana, deveriam ser removidas no “camarim”, onde voltaríamos a ser nós mesmos, nus e autênticos revestidos apenas de nossa essência e frente a frente com um espelho que reflete a verdade da imagem mais íntima de nossas vidas...
Terminou o Carnaval deste ano,
 mas as “máscaras e fantasias” continuam... 
Você é feliz? 
Finge ser feliz?
O mesmo tempo que desfaz “máscaras e fantasias”, envelhece as possibilidades de vivermos nossa própria essência e expor a nossa tão frágil epiderme ao contato direto com a vida. Temos muito medo de nos machucar e por isso nos recobrimos de “máscaras e fantasias” e, sem perceber, nos machucamos muito mais, porque as dores do mundo se sentem do lado de dentro das “máscaras e fantasias”. Tanto a felicidade como a dor são estados internos que a maquiagem externa 
disfarça, mas jamais elimina.
No Carnaval de nossas vidas, em algum momento teremos que exercer o ato de coragem de rasgar a fantasia, despindo as máscaras e “vestindo” a difícil tarefa de sermos autênticos.
Que assim como a ave mitológica Fênix, você renasça das cinzas desta quarta feira pós-Carnaval e possa viver sua essência na plenitude, porque SER é mais importante que ESTAR...
por Carlos Hilsdorf

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Sou assim....


"Extremista?
Intensa?
Ansiosa?
- Sim, sou tudo isso e um pouco mais.
Mas minha melhor qualidade, é a fidelidade.
Em todos os sentidos e ocasiões.
Falsidade para mim, é o antônimo de ser fiel!!!"

G.Fernandes.


Bom final de semana!
Masé

MEU ANJO - SIDNEI PIEDADE


Meu anjo um doce pecado, a razão da minha vida...
és meu ponto de partida, 
a maçã proibida escondida no meu édem. 
Como te amo, como te quero,
 em seus braços quero dormir...
me abrace, me beije, meus dias e noites são teus. 
Não tenha medo eu cuido de você, 
no frio ou na chuva vou te proteger...
pois sou seu companheiro e protetor.
 Meu anjo com seu jeito meigo me conquistou 
dando nova cor em meu viver,onde o céu,
 a terra e mar são testemunhas do nosso imenso amor,
 onde sem ele nada sou.
 Vou cuidar de ti para sempre na alegria e dor, 
e por onde for...jamais vou te esquecer...
pois o verdadeiro amor não morre,
 onde tem passado, presente e futuro. 
O coração não se engana por estar nos braços
 de quem a gente ama...batalha,
 ri e chora em nome desse amor sem fim.
 Meu anjo a ti me entrego...
pois sabes dos segredos do meu coração,
 me conhece como a palma da sua mão...
pertenço a ti e você a mim, onde somos apenas um. 


terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Boa tarde vida!!!!!


"Quando tudo for deserto, olhe ao redor...
Enxergue e vire flor!!!"
Masé Soares